A Alliar

A Alliar Médicos à Frente é a segunda maior empresa de diagnósticos por imagem do Brasil com um parque tecnológico composto por mais de 100 equipamentos de ressonância magnética, 50 tomógrafos e 250 ultrassons, entre outros, distribuídos em mais de 100 unidades de atendimento que estão estrategicamente posicionadas em 46 cidades de 10 Estados. A Companhia apresenta taxa de crescimento histórico superior às companhias abertas do setor no Brasil: no período de 2013 a 2015, sua receita líquida cresceu a uma taxa média anual composta (CAGR) de 59,2%, posicionando a empresa como terceira maior do país no setor em termos de receita líquida.

Criada em 2011 a partir da fusão de quatro empresas líderes no setor de diagnóstico por imagem das cidades de Belo Horizonte, Juiz de Fora, São José dos Campos e Campo Grande, a Alliar já nasceu com posição de destaque em suas praças de atuação, decorrente do histórico de serviços de alta qualidade de suas predecessoras. Nos últimos cinco anos, a expansão da Companhia se deu por meio de aquisições associativas de 19 empresas e da abertura de 42 novas unidades, tanto em mercados nos quais já estava presente quanto em novas localidades. Os planos de expansão priorizaram regiões onde há grande potencial de crescimento, e envolveram empresas com marcas reconhecidas em suas respectivas áreas de atuação. A Companhia segue o modelo hub and spoke, no qual a associação com empresas líderes regionais é seguida da abertura de unidades em cidades próximas, localizadas dentro de seu raio de influência. Com isso, além da presença nos grandes centros brasileiros, dentre as quais as cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Salvador, a Companhia possui também uma rede de unidades de atendimento espalhadas em pequenas e médias cidades brasileiras com alto potencial de crescimento, e que apresentam uma demanda reprimida por exames de medicina diagnóstica de alta complexidade.

Atualmente, com mais de 5.000 colaboradores e 850 médicos prestadores de serviço, a empresa possui Market Share superior à 4% no total de exames de diagnóstico por imagem realizados no país, tendo realizado mais de 2 milhões de exames no setor no primeiro semestre de 2016.